Argo Network Leilões
Site homologado pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo
Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo
Apartamento em Santo André/SP com área privativa de 141,035m²
Apartamento em Santo André/SP com área privativa de 141,035m²
Modalidade Online
Local do leilão ONLINE
Leilão Judicial
ID: 1496

CONDIÇÕES DE VENDA: No primeiro pregão, não serão admitidos lances inferiores ao valor da avaliação, devidamente atualizado até o mês da data designada para o 1º leilão. Não havendo lance superior à importância da avaliação, seguir-se-á, sem interrupção, o segundo leilão, que se estenderá por no mínimo 20 (vinte) dias e se encerrará em dia e hora previamente definidos no edital. No segundo pregão serão admitidos lances não inferiores a 50% da avaliação devidamente atualizada até o mês da data designada para o 2º leilão. A atualização deverá ser pela Tabela Prática do Tribunal de Justiça para os débitos judiciais comuns. PAGAMENTO: O preço do bem arrematado deverá ser depositado através de guia de depósito judicial do Banco do Brasil S.A. através do site www.bb.com.br, no prazo de até 24 horas do término do leilão. Em até 5 horas após o encerramento do Leilão, cada arrematante receberá um e-mail com instruções para depósito (Art. 884, IV do CPC). PAGAMENTO À VISTA: Desde já, fica consignado que o arrematante deverá efetuar o pagamento de uma única vez, em até 24 horas após o término do leilão. PAGAMENTO PARCELADO: Os interessados em adquirir o imóvel em prestações, deverão apresentar propostas, por escrito, até o início do 1º leilão, ou do 2º leilão, se o caso, com oferta de pelo menos 25% (vinte e cinco por cento) à vista, observado o disposto no artigo 895 do Código de Processo Civil, o que será avaliado pelo juízo no momento oportuno, observando-se que a apresentação de propostas de pagamento parcelado não suspende o leilão (CPC, § 6º do art. 895). Fica claro, ainda, que, se o credor optar pela não adjudicação (art. 876 CPC), participará das hastas públicas e pregões, na forma da lei e igualdade de condições, dispensando-se a exibição do preço, até o valor atualizado do débito. Deverá depositar o valor excedente, no mesmo prazo. Contudo, deverá o credor pagar o valor da comissão do gestor, que não será considerada despesa processual para fins de ressarcimento pelo executado. Nos moldes do art. 20 do Prov. 1625/2009, o auto de arrematação somente será assinado pelo Juízo após a efetiva comprovação do pagamento integral do valor da arrematação e da comissão. COMISSÃO DO LEILOEIRO: Fixada em 5% sobre o valor da arrematação, não se incluindo no valor do lanço, conforme disposto no Provimento CSM 1625/2009, com as alterações dadas pelo Provimento CSM 2319/15. DESISTÊNCIA DO LEILÃO ou ACORDO EXTRAJUDICIAL: Caso haja desistência do leilão, ou acordo extrajudicial, antes do início do leilão, a parte devedora arcará com os custos de edital e outros referentes à divulgação desde que devidamente comprovados pela empresa gestora. Caso isso ocorra depois de iniciado o leilão, além dos custos, arcará a parte devedora com 5% (cinco por cento) sobre o valor do acordo, ou, no caso de desistência, o mesmo percentual sobre o valor do débito atualizado. DÉBITOS e OBRIGAÇÕES DO ARREMATANTE: Os Débitos Condominiais terão preferência de liquidação frente a quaisquer demais débitos inclusive fiscais, por sua natureza "propter rem". Eventuais débitos de IPTU e demais taxas e impostos até a data do leilão serão pagos com o produto da venda, mediante apresentação de extrato pelo arrematante ao MM. Juízo da causa (Art. 130, Par. Único do CTN). Os débitos de natureza hipotecária seguirão o disposto no artigo 1499, inciso VI, do C.C., ou seja, será extinto, desde que o credor tenha sido devidamente notificado/cientificado. O bem será alienado no estado de conservação em que se encontra, sendo a verificação de documental, de gravames/credores e de área de responsabilidade do arrematante, que será responsável pela eventual regularização que se faça necessária. Os atos necessários para a expedição de carta de arrematação, registro, ITBI, imissão na posse e demais providências serão de responsabilidade do arrematante (Art. 901, "caput", § 1º e § 2º e Art. 903 do CPC). Os valores de avaliação e débitos serão atualizados até a data do efetivo leilão. Em caso de inadimplemento, tal informação será encaminhada ao MM. Juízo competente para a aplicação das medidas legais cabíveis.

Apartamento em Santo André/SP com área privativa de 141,035m²

2ª Praça
Aberto
Abertura
Fechamento
Lance Inicial
09/Mai/2022 - 14h00
31/Mai/2022 - 14h00
R$ 388.182,64
  • Número do lote: 01
  • Avaliação: R$ 776.365,28
  • Incremento: R$ 3.000,00
  • Lance Inicial: R$ 388.182,64
  • Visualizações: 330
  • Lances: 0
  • Lance Atual:
  • Arrematante:

Compartilhe!

9ª Vara de Santo André/SP - PROCESSO Nº 0008589-17.2013.8.26.0554


DATAS DOS LEILÕES:

1º leilão: 09 de maio de 2022, às 14:00 horas - R$ 776.365,28

2º leilão: 31 de maio de 2022, às 14:00 horas - R$ 388.182,64 (50% de desconto) 


BEM: IMÓVEL: "Apartamento nº 72, localizado no 7º andar do Edifício Campestre II, que recebeu o nº 521 da Rua João Ribeiro, nesta cidade e comarca, contendo sala de estar/jantar com terraço, copa-cozinha, lavabo, (4) quatro dormitórios, sendo um com banheiro privativo, corredor de circulação, um banheiro completo, área de serviço, quarto de despejo e WC de empregada; possuí a área privativa de 141,035m2., área comum de 95,445m2, nesta incluída área de garagens, perfazendo uma área total construída de 236,48m2, correspondendo-lhe uma fração ideal no todo terreno de 60,00m2. O Edifício Campestre II, acha-se construído em terreno perfeitamente descrito e caracterizado na matricula nº 11.859. Referido apartamento encontra-se matriculado sob n º 62.203 do 1º CRI de Santo André/SP. Consta conforme Av.08, registro da penhora exequenda; e conforme Av.09, retificação do registro anterior, para constar que a penhora recaiu sobre 100% do imóvel.

AVALIAÇÃO OFICIAL: R$587.100,00 - Outubro/2017

DÉBITO EXEQUENDO: R$280.383,79 até 21/02/2022.

Artigo 843 NCPC - Tratando-se de penhora de bem indivisível, o equivalente à quota-parte do coproprietário ou do cônjuge alheio à execução recairá sobre o produto da alienação do bem. § 1º É reservada ao coproprietário ou ao cônjuge não executado a preferência na arrematação do bem em igualdade de condições. § 2º Não será levada a efeito expropriação por preço inferior ao da avaliação na qual o valor auferido seja incapaz de garantir, ao coproprietário ou ao cônjuge alheio à execução, o correspondente à sua quota-parte calculado sobre o valor da avaliação;

 

AVALIAÇÃO ATUALIZADA: R$ 776.365,28 – MAI/2022.

-
-

Fechamento em

8

Dias

08

Horas

41

Minutos

51

Segundos

Área de Lances
Data / Hora Valor do lance Total a pagar Login do usuário Tipo de lance Lances Ofertados
Nenhum lance registrado
-
-